quinta-feira, 3 de maio de 2007

Rir da Desgraça Alheia

Mês de Maio! Aê, faltam 8 meses para o fim do ano! Que maravilha!
Sabe, agora me veio algo na cabeça: pra que eu vou ficar esperando o fim do ano? Quer dizer, quando o ano acabar, vai aparecer um outro ano igualzinho, que começa em Janeiro e termina em Dezembro. Eu vou esperar que nem um mané pelo ano seguinte e, quando ele chegar, eu vou ignorar sua existência e torcer pra que ele termine logo. Que esquisita é essa raça humana =)

Bueno! Primeira postagem do mês quebrando tudo, então! Liguei meu Gerador de Aleatoreidades para pensar em um assunto aleatório qualquer para este blog. Vieram algumas coisas muito piegas e ridículas, que não poderiam ser aproveitadas, como "estudo sobre as roupas de baixo", "a medicina e o badminton" e "como cuspir com elegância". Ainda pensei em pegar este último, mas eu não sou lá um bom cuspidor. Então eu vou pegar algo que eu tenha mais conhecimento, ok? ok.

MANUAL MODERNO DO MANO METROPOLITANO
Rindo da Desgraça Alheia

A vida é, consenso geral, uma merda. Todo mundo tem contas pra pagar, horário pra acordar, bife mal-passado pra almoçar, pedras na rua pra tropeçar. Azar pestilento. Aliás, a gente se dá tão mal na vida que há margem para perguntar porque a sociedade ainda não se suicidou. Imagino eu que é porque não existiam os emos ainda. Daqui a alguns anos é possível que eles acabem encorajando a humanidade a cortarem os pulsos... Que terrível...
Seja lá como for, o caso é que ainda que estejamos na merda, continuamos vivendo e, mais estranho, felizes! Fazendo piadas, gozando a vida, bebendo cerveja... Se existem motivos científicos, se os homens são masoquistas ou algo assim, não sei. O que eu sei, por experiência própria, é que existe uma maneira interessante de você notar que, afinal, você não está tão ruim quanto imaginava. Como? Rindo da desgraça alheia, ué!
Para você poder começar a rir da desgraça alheia, alguns pontos devem ser observados. Antes de mais nada, lembre-se de não ter escrúpulos. Se você ficar com peninha dos outros, seu maricas, você não vai rir da cara de ninguém e, talvez pior, vai acabar se entristecendo mais. Então guarde seu amor para a humanidade quando você se confrontar com algo realmente importante como, por exemplo, a destruição das florestas para a construção de casas populares.
Depois, lembre-se sempre de rir quem está pior do que você. Leva um pouco de tempo pra você aprender a olhar sempre pro pior lado porque, você, por exemplo, pode rir de alguém fudido, mas vai que ele tenha muito dinheiro para se redimir. E você, seu pobre, se fudeu por rir de alguém que pode rir de você. Espero que tenha aprendido.
Existem outros pontos importantes, mas eles vêm com o tempo, depois de treinamento e subseqüente costume com a sua válvula de escape para os problemas. Depois que você se acostuma com isso, você deverá notar que sua vida terá uma notável melhoria! Sim! Comparando sua execrável existência com a existência de alguém ainda mais execrável, você vai notar que, oras, eu poderia estar pior. Eu poderia ser maneta, ter nariz de batata, ter uma testa enorme, ter 8 irmãos egoístas, ser filho de um General linha-dura do exército ou, o meu preferido, ser corinthiano. Sempre que eu estou em uma situação delicada, eu lembro que eu não sou corinthiano. E até o sol parece mais amarelo!
Vejamos exemplos práticos: lá está você, no ônibus lotado, 7h00 da manhã, morrendo de sono, uma chuva filha da mãe do lado de fora. Você está, claro, mal-humorado. Parece que tudo conspira contra você. Daí o ônibus chega em um ponto aleatório, e vai embora. Eis que, do meio do nada, aparece um carinha correndo desesperadamente atrás ônibus em que você esta. O motorista nem toma conhecimento do indivíduo e arranca com tudo. Você vê aquela cena deprimente, do carinha, todo ensopado, arrasado por ter perdido o ônibus dele. Você, é claro, pode ficar penalizado, achar aquilo um absurdo, e passar mal o dia inteiro porque a humanidade é ingrata. Seu florzinha. Agora, você pode tomar uma atitude positiva, e rir dele! Daí você vai ver que, afinal, você não está tão fudido. E você chegará na escola/trabalho animado e seu dia será mais divertido! Viu como tomar a atitude errada às vezes é correto?
Então, olhe sempre para o lado, e veja como a vida é ingrata para todo mundo. Você pode estar atolado em uma tina de merda até a cintura. Mas com certeza terá alguém afundado até o pescoço. Ria dela! E se for você o coitado que, porventura, estiver até o pescoço, aceite os fatos - é a sua vez de ser a piada. Então acene! É o que diz a sabedoria popular: ria enquanto você tem dentes. Vai saber quando você ficará banguela...

Inominativo fica por aqui desta vez! Feliz mês de Maio pra todo mundo! Agradeço você que leu o post! E se você não leu também, bah, valeu por pelo menos ter vindo até aqui... =)

Ouvindo:
When You Gonna Learn
Jamiroquai
Emergency on Planet Earth (1993)

4 comentários:

Gabriela disse...

Rir da minha cara é o passatempo mais divertido da semana. ;)

;***

Kelly disse...

Huahua, essa dos emos foi a melhor... hehe, ai Rafael...
E como vc é maldoso! credo! =P

Virgínia disse...

A vida é desgraçada, mesmo. Mas eu não sou corinthiana \o/

Maninho, saudades de você!

ivan z l disse...

E ai velho, como vai?
Como foi na prova de micro? Tirar 2,5 depois de estudar tanto, para mim, foi deprimente.

Gostei do jeito que escreve, nao sabia que tinha talento pra isso.
Parabéns.

Ivan Zegales -FEA