sexta-feira, 7 de março de 2008

A TPM Sob o Olhar Masculino

O Inominativo não morreu, gente!!

Ele entrou em um coma sério depois de ser obrigado a ouvir o cd novo do NXZero, na íntegra, graças a uma festinha que estava rolando em um dos apartamentos vizinhos. Passou alguns dias desacordado, mas está de volta! Felicidade! Animação! Hooray!
Vejam vocês como esse mundo é injusto para conosco: eu estava de férias, e não tinha nenhuma idéia pra postar no blog (o que fez do mês de Fevereiro o mais pobre em postagens, com só uma entrada). Aí eu voltei das férias, então meu tempo de internet diminuiu. E quando eu finalmente tive um tempinho pra sentar em casa, relaxar e tentar escrever algo, mamãe resolve reformar a casa! Yaay! Agora meu computador está escondido no meu quarto, sem conexão à internet, sem vida útil. Poverello.

Reformar casas, aliás, é uma tremenda encheção de saco. Existe um comportamento muito interessante entre os humanos, e que eu notei pela segunda vez, na minha própria casa: se você planeja uma reformazinha em um cantinho da casa, algo que seja rápido e indolor, você está totalmente enganado. As chances de você aproveitar o embalo e reformar a casa toda é enorme. Veja, por exemplo, meu domicílio. A intenção era trocar os azulejos da cozinha. Depois de tudo quebrado, minha mãe decidiu que ia trocar a pia da cozinha e, mais, iria trocar o lugar dos eletrodomésticos. Então, trocaram as tomadas de lugar e tiveram que aumentar a saída do caninho de gás, pro fogão que ia ficar no outro lado da cozinha. Aí, aproveitaram a sujeira e mandaram trocar o piso da sala, que estava todo destruído. Aí arrancaram o piso. Aí, aproveitaram pra passar uma nova demão de tinta nas paredes da casa (toda a casa). Aí, já que está tudo sujo mesmo, compraram uma porta nova pro banheiro, porque a antiga estava estragada pela umidez. E compraram uma pro meu quarto, já que ela estava quebrada (lembram do dia de cão que eu tive outro dia?). E tudo porque minha mãe cismou com a parede da cozinha. Reforma é um perigo, cara.

Bom, chega de pataquadas. Vamos ao recheio do sanduíche, peepz.
Falava eu, ainda ontem, com a Talita, amiga minha de longa data, gente boa e, na maior parte das vezes, uma maluca inofensiva. Discutíamos acerca da TPM, a tensão pré-menstrual que as mulheres em época de menstruação (duh) sofrem, aproximadamente todo mês. Perguntou-me a Talita qual era a franca opinião masculina sobre a TPM. Quer dizer, fora as piadinhas que os homens fazem sobre a TPM, o que um homem acha sobre a TPM? Os homens sabem que a TPM não é só uma frescura mensal?
Como isso parece pertinente à vasta gama de mulheres que acessam freqüentemente este buraco (quando ele está devidamente atualizado, óbvio), dividirei com vocês a minha abalizada opinião sobre o assunto. Uma opinião séria, imparcial e acima de quaisquer críticas. Ouviram? Acima de quaisquer críticas! Então não me critiquem, eu não vou dar a mínima. Como sempre.

A TPM SOB O OLHAR MASCULINO
Verdade? Ou Desafio?

Acho que todo mundo que lê este texto entende um mínimo de Biologia pra saber sobre a TPM. É um fenômeno hormonal que ocorre com as mulheres quando elas estão nas vésperas do sangramento mensal - as mulheres meio que sangram todo mês, caso você não tenha sido avisado. Esse fenômeno altera drasticamente o funcionamento feminino, deixando a personalidade delas temporariamente desregulada. Parece terrível, né? Pois é, é sim.
O tchãns sobre a TPM é que é uma disfunção que altera a personalidade da pessoa não só pra ela. Mas pra todo mundo. É mais do que natural você ver uma mulher subitamente irritadiça e revoltada, quando até ontem ela parecia saudável e disposta a ser simpática. Não, ela não foi abduzida e trocada por um clone alienígena. Mas, convenhamos, os homens às vezes até preferem o clone.

A TPM pode ser considerada, para fins de discussão, um agravante poderoso na relação já difícil entre seres humanos e, em especial, homens e mulheres. Quando uma mulher resolve ficar de TPM (como se ela tivesse opção), as relações sociais com ela, pelos próximos dias, ficará seriamente debilitada, porque ela ficará realmente emotiva (e nunca é uma emoção boa, como compaixão e alegria), e qualquer aproximação lógica é nula. Um triste empecilho para a Paz Mundial, essa é a função da TPM.
Se a TPM já é ruim pra sociedade, quiçá pra mulher que a sofre! Dentro de um turbilhão de emoções que ela mal pode compreender (e depois de alguns anos sofrendo com ela, nem tenta fazê-lo), e debilitada de funções racionais mais analíticas (justiça e coerência, por exemplo), ela fica realmente abalada por dentro. Ela sofre terrivelmente em sua psique. Isso quando não rolam umas cólicas, dores de cabeça e outros problemas típicos. Ser mulher é um negócio injusto, cabra.

Mas você quer injustiça mesmo, caro leitor? Decida ver como é a explosão de uma tensão pré-menstrual estando do lado masculino. Eu realmente não recomendo. :B
Imagine que você é um rapaz, e tem amigas moças mulheres do sexo feminino (redundância who?). Na maior parte dos dias, você mantém uma relação estável de amizade com elas, jogando Twister todo sábado e indo, esporadicamente, a uma ou outra baladinha pra se divertirem em comunhão. Viva a sociedade alternativa.
Quando estamos chegando no fim do período menstrual de qualquer uma das mulheres (e veja bem, somente uma delas), os hormônios agem implacavelmente, transformando a outrora meiga e adorável amiga sua em uma implacável máquina de respostas secas e grosseiras, com freqüência de tiros superior a uma sub-metralhadora israelense. Você, homem, não tem a menor idéia do que é sofrer a TPM - todos os homens são psicologicamente constantes, nos trinta dias do mês - e ignora o fato de ela estar em ponto de ebulição. Ah, meu rapaz, agora é a hora da coça: qualquer piadinha inofensiva se torna em estopim para a declaração de uma violenta guerra entre você, pobre vítima, e a mulher. Naturalmente, as outras mulheres (e os mulherengos de plantão) defenderão a pobre moça, que está visivelmente prejudicada pela sua presença grotesca e virulenta. E você, preibói, perdeu. E isso não é o pior - semana que vem, a TPM da vez é a da sua mãe :D

É, rapazes, a TPM é um problema. Você foi ownado, injustamente, porque naquele dia sua amiga decidiu se revoltar, e não avisou você sobre isso. E é aqui que começo minha crítica à TPM (claro, sou homem, não posso defendê-la; é uma questão de princípios): por que, diabos, o homem tem que sofrer com as complicações hormonais da mulher? A gente entende e compreende o fato de homens e mulheres serem diferentes, e é por isso que mulheres têm TPM e os homens não (aliás, é justamente nessa diferença homens/mulheres que reside toda a graça da vida, se você me entende). Mas a gente não entende o porquê deste erro genético feminino ser descontado em nós, pobres vítimas! Quer dizer, homens têm uma disfunção hormonal que pode causar câncer de próstata, futuramente. Mas esse é um problema exclusivo do homem (e do médico que vai cutucar o homem :B), a gente não tortura a mulher. Disfunções hormonais fazem o homem amar o futebol, mas a gente não enche o saco da mulher por causa disso. Ou melhor, enchemos, mas ela devolve com programas femininos e outros trecos análogos. Mas qual é o motivo que faz a mulher descontar a TPM em um homem?

Por causa da disfunção hormonal, a mulher fica visivelmente alterada. Muitas ficam chorosas e muito muito sensíveis, mas a maior parte decide odiar violentamente a massa masculina nesse mundo, porque eles simplesmente não entendem o que está acontecendo. E lá vão os filhos, maridos, amigos, colegas de trabalho e quaisquer outras classes de homens sofrer com a fúria cega TPMista. Existem, inclusive, aquelas que recebem um impressionante senso de vingança, e descontam sobre o homem todo o ódio e desprezo que ela conseguiu acumular nos últimos vinte e cinco dias, e usa tudo isso pra ofendê-lo moralmente tão pesadamente que é capaz dele ir pra casa e chorar como uma mocinha. Uma que não tem TPM, claro, mas ainda assim.
Como a única faceta que o homem vê da TPM é a mulher irritada e descontando sua fúria nos outros, e já que as mulheres vivem descontando fúrias nos outros, quando necessário, o homem tende a acreditar que a TPM é, na verdade, uma grande e difundida desculpa pra mulher ser grosseira sem motivo aparente. Sim, claro, porque muitas vezes você simplesmente quer ser grosseiro, mas não se pode ser grosseiro sem um motivo. Inventaram a TPM pra que as mulheres pudessem ser, então, sem prestar satisfações. Basta ficarem chorosas e se ofender com a primeira coisa que o homem fala ("Você falou que essa saia está feia em mim? Você me chamou de GORDA???").
Ainda que um homem compreenda que a TPM tem embasamento biológico e estatístico estudado há gerações pelos mais confiáveis cientistas e teóricos, não dá pra não desconfiar que as mulheres usem, sabiamente, esta crise hormonal para descontar, de fato, as angústias internas (sejam elas quais forem) de graça no mais próximo. E o melhor (pra mulher, óbvio): daqui a três dias, quando a TPM passar e a mulher voltar ao normal, ela vai se arrepender das cagadas que cometeu, e vai pedir desculpa, que não era a intenção. Logo, a TPM é um passe livre pra que você possa ser revoltada à vontade, com direito a perdão judicial! Conveniente?

Aqui mora a minha opinião: a TPM é, sim, uma disfunção hormonal, ela não é uma frescura, verdade, eu sei, e todo mundo sabe. Mas, na minha opinião, as mulheres usam a TPM como desculpa pra serem irritadas e desagradáveis. Daqui a três dias, elas pedem desculpa, e está tudo certo!
Mas por que a mulher tem que descontar sua fúria nos outros? É o que não entendo! Eu sempre achei errado a história do cara que tem uma vida difícil no trabalho, bebe todas e, quando chega em casa, desconta tudo na esposa e filhos. Esse cara, aliás, quando for pego será punido pelos seus crimes, independente da vida difícil que tinha. Então eu também sou contra a moça que fica infeliz em um dia, e resolve descontar tudo no marido e filhos. Ah, sim, claro, é horrível, é uma merda, é impossível controlar a TPM. Mas, ah meu, avisa pros outros que você está de TPM e não está a fim de gracinha. Que você está nervosa e perigosa. Ou, sei lá, tente compreender que quando você tem uma TPM, a culpa não é de ninguém (especialmente do homem que você estará esculachando), e portanto ninguém deve sofrer com isso. É porque eu já sofri com a TPM alheia, e sei o que falo: tenham piedade dos homens. Ou senão parem de pedir direitos iguais entre homens e mulheres. É muito injusto dar direitos iguais pras mulheres e elas ainda terem a oportunidade de se irritarem de graça.
Puta mundo injusto, meu.

Ouvindo:
Move Your Feet
Junior Senior
D-D-Don't Don't Stop the Beat (2003)

4 comentários:

Virgínia disse...

Meu Deus! Faz muito tempo que não venho aqui e perdi muita coisa! Vou já recuperar o tempo perdido.

Teus textos continuam brilhantes, Rafa.

Da maninha =*

Fu disse...

Ora, já se esqueceu do seu poste "O Complô Feminino pela Dominação Mundial"?

;D

Seja grosso, também, com a infeliz que te destratar, Rafa.

u.u

Se queremos direito iguais, então é mais do que normal você a ofender da mesma coisa que ela lhe ofendeu.

\o\

(Fu, cê devia tá devendendo o ponto de vista feminino. ~: )

Anônimo disse...

Rafael

Achei divertidíssimo o texto ... adoro quando os homem se fazem de vitima, me sinto o sexo forte e os homens o frágil.
Você deveria ter postado no dia internacional da mulher,uma grande homenagem.
Apesar de ser mulher acho a maior basbaquice o um dia especial para a mulher .... nem entrarei em detalhe. Toda mulher de verdade adora ser mulher apesar de termos a famosa TPM que creio não deve ser igual para todas ... eu sou iluminada, não tenho cólicas e não mudo o meu humor ... sou mal humorada o mês inteiro .... risos.
Alias senso de humor não é coisa de mulher. Por isso amo os homens, graças a Deus nasci mulher, pois não agüentaria me casar com uma ..
Até,

Carla

PATRÍCIA M. disse...

É... a Ciência se gaba de ter ido à Lua, Marte, Saturno, ter descoberto vários tratamentos para diversos tipos de câncer, já existe a clonagem de seres vivos e a manipulação genética, assistimos filmes em 3D, usamos internet no celular e ATÉ HOJE NUNCA ENCONTRARAM UM TRATAMENTO EFICAZ PARA TPM... Pra mim isto denota o caráter machista da Ciência. QUE SE DANEM AS MULHERES. Parece até uma forma de controle social para que nó, mulheres continuemos à margem da sociedade, ridicularizadas, crucificadas, rebaixadas. Pois vou dizer algo: eu sofro desse mal absoluto. Já pensei até em suicídio. Tudo e qualquer coisa é melhor que o que passo todo mês. E ainda por cima sem apoio nenhum... O homem que diz me amar é capaz de me trair nos dias em que estou assim. Se Deus me dissesse: Escolha entre perder uma perna e nunca mais ter TPM e continuar inteira mas com TPM, JURO, eu gostaria de ser um saci!